Esgotamento – Rev. Altieres Fernando Miola

 

“Salva-me, ó Deus, porque as águas me sobem até à alma. Estou atolado em profundo lamaçal, que não dá pé; estou nas profundezas das águas, e a corrente me submerge. Estou cansado de clamar, secou-se-me a garganta; os meus olhos desfalecem de tanto esperar por meu Deus.” Salmo 69.1-3

Esgotamento é a perda das forças físicas ou mentais, conforme podemos encontrar definido no dicionário. Mais que isso, creio que envolve o cansaço espiritual e a sequidão das capacidades de caminhar em frente e de conquistar o novo. Continue lendo “Esgotamento – Rev. Altieres Fernando Miola”

Pastoral: EU ME COMPROMETO!? – Rev. Altieres Fernando Miola

“Os votos que fiz, eu os manterei, ó Deus; render-te-ei ações de graça”. (Salmo 56.12)

Aiden Wilson Tozer (21 de abril de 1987 – 12 de maio de 1963) foi um pastor americano, pregador, autor, editor de revistas e mentor espiritual. Dentre as muitas coisas que escreveu, destaco um livreto, com o tema: CINCO VOTOS PARA OBTER PODER ESPIRITUAL. Trata-se de uma leitura objetiva, mas muito profunda, que tem a capacidade de nos fazer refletir sobre nossa conduta e, além de tudo isso, desafia-nos a um comprometimento maior com a nossa vida cristã. Continue lendo “Pastoral: EU ME COMPROMETO!? – Rev. Altieres Fernando Miola”

Pastoral: Para o alto e avante! – Rev. Altieres Fernando Miola

“Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo- me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”.

Filipenses 3.12-1 Continue lendo “Pastoral: Para o alto e avante! – Rev. Altieres Fernando Miola”

Presépio: o que sobrou do Natal

Um dos poucos símbolos explicitamente cristãos que ainda sobraram na cultura popular quando se pensa em Natal é o presépio. A representação da cena natalina é encontrada em muitas casas e, mesmo com a tradicional rejeição protestante do uso de imagens (pelo menos na tradição brasileira), não são poucos os que decoram suas casas com a conhecida representação da cena: José e Maria olhando o recém-nascido Jesus na manjedoura, cercados de animais e dos magos do oriente e às vezes de pastores. Isto tudo dentro do estábulo, local de criação dos animais, já que “não havia lugar na hospedaria”. Continue lendo “Presépio: o que sobrou do Natal”